Crítica | Atlanta: “O humor no ritmo da vida”

Crítica | Atlanta: “O humor no ritmo da vida”

25 de setembro de 2017 0 Por Retzlaff

Recentemente tivemos a cerimônia do Emmy, o Oscar da televisão, entre as premiadas da noite estava Atlanta, vencendo o Emmy de Melhor Ator e Diretor em Série de Comédia. 

Atlanta segue a vida de Earnest(Donald Glover), um homem desempregado que tem uma filha pra cuidar e um relacionamento com idas e vindas. Quando seu primo, Alfred(Brian Henry), começa a se envolver e fazer sucesso no mundo do rap, Earnest vê nisso uma forma de resolver sua vida e ainda sim guiar o seu primo pelo caminho certo.

Como um comportamento típico das séries de comédia, Atlanta também traz a crítica a sociedade e preconceitos porém de uma forma leve, deixando você ciente de situações que os personagens passam e trazendo o humor sem deixar a série com climas tensos e cenas pesadas.

Para harmonizar com sua temática e sutileza, Atlanta conta com uma trilha sonora fantástica, ligada a cada cena como se as músicas fossem feitas para os personagens e seus momentos na série; elas encaixam com ambas a melodia e seus versos fazendo com que o público se sinta ainda mais conectado com os personagens.

O Emmy de Melhor Ator para Donald Glover não veio sem motivo, o ator está demais na série, levando cada cena pra frente com sua atuação nos mostrando um personagem carismático que não tem nada em especial além do que enxergamos. O Earnest de Donald é uma pessoa que podemos encontrar em nosso dia-a-dia caso estejamos dispostos a olhar ao redor ao invés de somente a si mesmos. Este núcleo principal de Atlanta é todo talentoso; Donald Glover é apenas um destaque entre Brian Henry, Keith Stanfield e Zazie Beetz que merecem ser mencionados.

Atlanta também tem um modo especial de tratar a vida e o desenrolar dela. Sem grandes mudanças na rotina dos personagens, visitando alguns eventos aqui e outras festas ali, a série não tem medo de estacionar e seguir pra frente aos poucos mas ao mesmo tempo que temos essa ritmo aparentemente lento, a cada lugar que os personagens frequentam surgem situações inusitadas(não aquele clichê de comédia, são cenas bem criativas e inesperadas) e Atlanta não tem medo de criar sequências que fogem da realidade e abrem o leque de possibilidades na série(inclusive um episódio especial totalmente fora do enredo principal que acaba sendo um dos melhores da temporada). 

Atlanta é uma ótima série que diverte em seus episódios e nos deixa ansioso por sua próxima temporada. No seu ritmo tranquilo acompanhado com uma trilha sonora perfeita, a série acaba sendo um equilíbrio entre qualidade e entretenimento.

Nota: 9.0 

Boa maratona!