Será o Mercador do Poder um grande vilão da nova fase do MCU?

Será o Mercador do Poder um grande vilão da nova fase do MCU?

22 de agosto de 2021 0 Por Diogo de Lima

Fala turneiros! A série Falcão e Soldado Invernal nos trouxe uma boa perspectiva sobre como a Terra está após os efeitos Blip no MCU. Assim como os conflitos políticos, que foi o foco da série. Nesse meio tempo, fomos apresentados ao Mercador do Poder, porém quem detém esse título e que influência ele possui?

Quem é o Mercador do Poder nas HQs?

Sua primeira aparição foi em 1978 na HQ Machine Man # 7. A princípio, Curtiss Jackson surgiu como um criminoso que atuava na Corporação. Empresa formada por políticos e empresários poderosos que focavam em controlar o submundo através de atos terroristas e de espionagem.

No entanto, o Justiceiro matou-o para tomar sua identidade em um disfarce. Ainda assim, sua morte não foi o suficiente para dar fim ao legado do Mercador do Poder.

Machine Men (1978) Apresentação do Mercador do Poder.

Um novo empresário, cujo nome e origem são desconhecidos, continuou os trabalhos vendendo super poderes. O cara fez até um app para contratar vilões e capangas. Pique delivery de bandido rs.

Nos quadrinhos deixam bem claro que Mercador é apenas um título e que qualquer pessoa com a capacidade de usá-lo, assim o fará. Tanto que vimos Sharon Carter adotá-lo na série.

Confira a HQ Homem Máquina – Volume 1

Seu maior poder é comandar

Embora seja um personagem característico em vender super poderes aos seus clientes, o Mercador do Poder visa apenas o lucro e benefício próprio. Faz o possível e o impossível para conseguir o que deseja.

Diferente de seu antecessor, o segundo teve mais sucesso ao replicar e criar super poderes. Ele fez até experimentos em si, adquirindo capacidade de voar e manipular energia. Seu maior negócio é a venda de superpoderes, como mencionei, e em troca, cobra 70% do lucro obtido.

O mercador do poder é apresentado com pele lilás e cabelo branco usando um terno preto e uma grava lilás fazendo negócios.

Sucessor do Mercador do Poder após morte de Curtiss Jackson.

A Maior Mercador do Poder do MCU

Ainda que muitos fãs tenham desconfiado no início da série quem seria o tal Mercador do Poder, a revelação foi ainda bombástica. Difícil imaginar que Sharon Carter (Emily VanCamp) seria a sucessora do título dentro do Universo Cinematográfico da Marvel.

Eu gosto bastante quando decidem explorar e dar um novo rumo inesperado para um personagem. Apesar das motivações de Carter serem facilmente compreensíveis, principalmente o domínio em Madripoor e seu título, acredito que ela terá sua história ainda mais explorada com a nova posição de poder.

Imagem de Madripoor vista do mar. Uma cidade luminosa cercada de arranhásseis luminosos e futuristas.

Cena de Madripoor em Falcão e Soldado Invernal | Reprodução: Disney+

Tal qual nos quadrinhos, o papel do Mercador foi focado em vender e entregar poderes a “super vilões”. Foi por intermédio de Sharon que os Apátridas conseguiram o Soro do Super Soldado, começando toda a rebelião causada na série. Não podendo esquecer de John Walker, que indiretamente ganhou os poderes graças ao Mercador, bem como ocorre nas HQs.

Sharon terá um grande papel?

Seu grande ato de dualidade no fim da série mostra que a personagem está ainda mais poderosa. Além de deter domínio sobre Madripoor e comércio ilegal, ela retorna com acesso a armas poderosas após o perdão do governo Americano. Mas qual seria sua real função para o futuro?

Atualmente os fãs da Marvel parecem estar muito focados sobre os filmes de grande destaque. Sendo eles os que envolvem a fase cósmica do MCU como Eternos, Dr. Estranho, dentre outros. 

Os personagens Barão Zemo, Sam Wilson, Buck Barnes e Sharon Carter/Mercador do Poder estão encarando algo com diversos contêiners ao redor.

Barão Zemo(Daniel Brühl), Sam Wilson(Anthony Mackie), Buck Barnes(Sebastian Stan) e Sharon Carter(Emily VanCamp) em cena da série Falcão e Soldado Invernal | Reprodução: Disney+

Contudo, sabemos que ainda tem muita coisa para rolar por baixo dos panos e que nem tudo são flores. Os heróis terão muito trabalho pela frente e talvez essa personagem tenha um papel fundamental nele. O início da fase quatro começou com magia, política e universo cósmico. E tenho certeza que esses serão pilares focais nesse início de trama.

Nada melhor que escolher essa personagem para ter um papel fundamental. Mas terá ela uma força anti heroína, ou tomará o manto de vilã completamente tendo um embate total com o novo Capitão América, logo que sabemos que terá um novo filme com Sam Wilson (Anthony Mackie).

Enfim, eu acredito que vem muita treta por aí… O que vocês acham que está por vir nessas novas fases e como o Mercador do Poder pode ser trabalhado? 

Leia Também: Quem é Valentina e qual seu papel no futuro do UCM