Por trás das tretas de Grey’s Anatomy: Entenda o caso de Heigl e Washington

Por trás das tretas de Grey’s Anatomy: Entenda o caso de Heigl e Washington

17 de abril de 2021 1 Por leticialinhares

Tretas e Grey’s Anatomy são duas coisas que costumam andar juntas. Para quem já acompanha a série há bastante tempo sabe que existem uma série de confusões e escândalos entre membros do elenco e a produção. Enfim, muitos deles envolvendo Katherine Heigl, nossa amada Izzie Stevens, e Isaiah Washington, que interpretava o não tão querido Doutor Burke.

Um das brigas mais conhecidas é a que envolve os dois e outro membro do elenco, T.R. Knight, o querido George O’Malley. Apesar de tudo ter começado em 2006 o desafeto parece se estender até hoje.

Leia Mais: Por trás da saída de Izzie: Entenda as tretas de Katherine Heigl em Grey’s Anatomy

2006 e 2007: Isaiah Washington é acusado de homofobia

Em outubro de 2006, veio à tona que Isaiah Washington teria usado um xingamento de cunho homofóbico contra seu colega de elenco: T.R. Knight. Em seguida, a história ganhou uma proporção ainda maior quando durante o Globo de Ouro de 2007 ele publicamente negou os rumores. No vídeo, ele diz que não usou um termo homofóbico para T.R. e que não existe possibilidade dele ter dito algo tão horrível não só para um colega, mas para outro ser humano.

O “Pedido de Desculpas”

Algum tempo depois o ator chegou a confirmar todos os rumores e pedir desculpas em público pela situação. De acordo com ele em uma entrevista à Entertainment Weekly, ele deu a entender que tudo não passava de mal entendido má conduzido pela mídia. Apesar das suas “desculpas”, o caos se manteve no set.

Na época T.R. Knight ainda não tinha assumido sua sexualidade publicamente e teve que fazer isso após a repercussão do caso. Consequentemente, o ambiente de trabalho se tornou ainda menos saudável a ponto de haver rumores na época que alegavam que T.R. Knight não se sentia mais confortável de trabalhar com Washington. Porém, a situação piorou ainda mais quando Washington voltou a negar o que tinha acontecido publicamente.

Katherine e seu posicionamento

Durante toda a situação, Katherine Heigl, uma grande amiga de T.R. Knight, se posicionou em sua defesa tanto dentro do set quanto publicamente. Por exemplo, em uma entrevista ao programa “Access Hollywood” em 2007, Katherine Heigl pediu que Isaiah não tivesse mais permissão de falar em público. 

Em meio a todos esses acontecimentos, o ator foi demitido da série em junho de 2007. Em seguida, por mais de uma vez ele comentou publicamente sobre como estava irritado e que não aceitaria mais esse tipo de situação.

Além disso, Isaiah ofendeu a jornalista Elizabeth Denton que tinha defendido a atriz, a chamou de tola e feminista desorientada. Ademais, de acordo com ele, Katherine não tinha o mínimo desejo de defender seu amigo e que Chandra Wilson (Miranda Bailey) e outros membros do elenco sabiam bem o que havia acontecido. Wilson nem nenhum outro colega de elenco comentou publicamente sobre. (Via: Twitter).

Isaiah Washington “revive” a briga no twitter

Quase no final de 2020, catorze anos depois, Isaiah usou sua conta pessoal no twitter para reacender a discussão com a colega de elenco. Porque ele fez isso tanto tempo depois ninguém sabe ao certo, mas uma coisa é sabida seu tweet trouxe a briga de volta à tona repercurtiu entre fãs da série no mundo todo.

“Essa mulher disse uma vez que não deveriam permitir que eu falasse em público de novo. O mundo todo concordou com sua declaração e protestou contra meu trabalho e minha cabeça em 65 idiomas. Queria muito estar no Twitter em 2007, porque NUNCA vou deixar de exercer minha liberdade de expressão.” (Trad. Livre)

A Repercussão do Tweet

Em seguida, alguns fãs e influencers se posicionaram contra e a favor do ator. Apesar de ter postado uma foto da atriz junto ao post Katherine preferiu não se pronunciar a respeito. Porém de acordo com uma fonte próxima a ela, Heigl não se arrepende do seu posicionamento já que discurso de ódio e liberdade de expressão não são a mesma coisa.

Katherine defendeu seu amigo próximo duas vezes. Isso é discurso de ódio, não liberdade de expressão. Ela está orgulhosa de que ela o defendeu. Katherine é e sempre será uma defensora e aliada da comunidade LGBTQ” (Via: Uol)

Enfim, até hoje o ator nega que tenha usado esse termo para T.R. Night, o boato que mais circula é que ele teria usado o termo em uma discussão com Patrick Dempsay. O que não mudaria em nada o cunho de discurso de ódio do seu comentário. Afinal, uma fala homofóbica segue sendo ofensiva para quem quer que seja dita. E aí quem você acha que está certo nessa situação?

Qual das tretas de Grey’s Anatomy vocês querem ver aqui no site? Comenta aqui embaixo!