Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis é Impressionante

Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis é Impressionante

2 de setembro de 2021 0 Por Giovanna Dalforne

Boa Tarde Turneiros, todos animados para assistir Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis? Nós já assistimos e viemos trazer nossa opinião para vocês.

O filme conta a história de Shang-Chi (Simu Liu), um manobrista que só quer aproveitar a vida com sua melhor amiga, Katy (Awkwafina). No entanto, sua tranquilidade é interrompida pelos capangas de seu pai, que o treinou em artes marciais na infância, vão atrás de seu amuleto. A partir disso, eles embarcam para a China em busca de sua irmã, Xialing (Meng’er Zhang) que ele acredita ser o próximo alvo de seu pai, enquanto o telespectador e Katy vão descobrindo mais sobre seu passado.

O filme faz jus a uma superprodução Marvel, sendo visualmente estimulante e por todos os detalhes técnicos, como a fotografia, trilha sonora e efeitos especiais, por exemplo. No entanto, o uso do chinês em boa parte do filme e as lutas lembram as de filmes asiáticos, como O Tigre e o Dragão, e demonstram um respeito com a cultura apresentada.

Ligação com o MCU

Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis é impressionante

Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis: Abominável e Wong

O pai de Shang-chi é Wenwu (Tony Leung) o portador dos dez anéis e líder milenar do grupo de mercenários que leva o nome desse artefato. Organização essa que ouvimos falar lá na franquia Homem de Ferro, onde armaram um Mandarim falso para culpar ele e os Dez Anéis pelos crimes, incluindo o sequestro de Tony Stark, assim despistando  o verdadeiro criminoso. Desta vez, conhecemos a verdadeira organização e suas capacidades, mas ainda damos boa risada com o falso Mandarim (Ben Kingsley).

Apesar de bons trailers, havia um pé atrás, tanto meu quanto do público geral, sobre como o filme se encaixaria na agenda do MCU. Entretanto rapidamente entendemos qual é o sentido do filme trazendo um herói novo que mostra que os Vingadores não são centro do planeta! Ao mesmo tempo que é fácil encaixá-lo num contexto geral ao abordarem o blip e as participações, além das cenas pós créditos, é claro!

Pontos Positivos

Shang-Chi e a lenda dos dez anéis: Shang-Chi (Simu Liu) e Katy (Awkwafina)

Não importa se a luta está acontecendo num ringue, num ônibus ou num vilarejo fantástico, todas são altamente empolgantes. A utilização de mais artes marciais exigiam uma melhor coreografia e menos cortes, poderia ter sido um problema, mas acabou sendo um dos destaques. As cenas tinham a energia de uma batalha, mas com movimentos tão harmônicos e completos que se aproximavam de uma dança, foi lindo assistir.

A química entre Simu Liu e Awkwafina é palpável, juntos eles trazem muito carisma para seus personagens e as cenas mais engraçadas. No entanto, o filme consegue equilibrar isso muito bem com os momentos mais densos do treinamento e sua relação familiar apresentados em flashbacks principalmente. ony Leung é responsável por grande parte desses momentos dramáticos e, apesar de tudo, com sua atuação ele nos consegue fazer simpatizar com o personagem por fim e é uma estrela à parte.

De herói dos quadrinhos quase desconhecidos para um marco nas Telas dos cinemas com um filme empolgante que cumpriu muito mais do que prometeu. Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis mostra que a Marvel não ficará desfalcada com as saídas recentes, ainda tem sim muito mais para apresentar.

Leia Mais: Ator de Shang-chi pediu Herói Asiático em 2014